Cooperativa Rizícola Pitangueiras Ltda

Capivari do Sul, 27/02/2021
  • LinkedIn
  • LinkedIn
  • LinkedIn
  • LinkedIn
Notícias

Tendência altista para os preços globais do arroz

por | fev 17, 2021 | Destaque, Notícias | 0 Comentários

Em 2021, os preços internacionais do arroz seguem firmes, influenciados pela oferta apertada e pala demanda asiática mais forte, especialmente em Bangladesh, nas Filipinas e na China. Bangladesh retorna ao mercado de importação após dois anos de ausência. A demanda da África também tende a aumentar 15% em 2021. A tendência altista dos preços mundiais, iniciada em novembro de 2020, deve continuar durante esse primeiro trimestre de 2021 e pode até ser acentuada devido às interrupções logísticas nos principais portos de embarque. A Índia espera repetir os sucessos de 2020 e manter seu nível recorde de exportação em 14 milhões de toneladas. A Tailândia e o Vietnã também esperam se beneficiar da recuperação do comércio mundial, mas, por enquanto, os operadores não estão muito otimistas, por causa dos diferenciais de preços de exportação com a Índia. Na Índia, os preços do arroz subiram em média de 4%, mas continuam muito competitivos. As vendas externas foram reativadas graças à forte demanda, particularmente de Bangladesh, um de seus principais clientes, que deverá importar mais de 2 milhões de toneladas na temporada 2020/2021.

Em 2020, as exportações indianas atingiram um volume recorde de 14,7 milhões de toneladas, 50% a mais em relação a 2019. Em 2021, a Índia deve manter uma oferta significativa de exportação e repetir o recorde de 2020. Em janeiro, o arroz indiano 5% atingiu US$ 385 a tonelada FOB contra US$$ 366 a tonelada FOB em dezembro. Na Tailândia, os preços aumentaram 4% em um mês devido aos altos preços internos e a uma maior valorização do bath em relação ao dólar. As exportações mensais começaram o ano 20% menos do que no ano passado. Em 2020, as vendas tailandesas caíram 25% para 5,7 milhões de toneladas. Este é o nível mais baixo em 20 anos. Em 2021, as exportações devem crescer para 7 milhões de toneladas, mas essa recuperação pode ser prejudicada por problemas logísticos nos portos de embarque e novas valorizações do bath em relação ao dólar. Em janeiro, o preço médio do arroz 100%B tailandês foi de US$ 535 a tonelada FOB contra US$ 504 a tonelada FOB em dezembro. Em fevereiro, os preços subiram mais, para US$ 557 a tonelada FOB.

No Vietnã, os preços de exportação também subiram 4% na esteira dos preços tailandeses e permanecem acima dos preços indianos. A demanda filipina está se reativando e pesa sobre os preços vietnamitas. No entanto, as vendas externas começaram o ano com uma queda de 14% em comparação com janeiro do ano passado. Em 2020, as exportações vietnamitas alcançaram 6,2 milhões de toneladas, 4,5% a menos em comparação com 2019, mas ficaram em 2º lugar no mundo à frente da Tailândia, pela primeira vez em sua história. Em janeiro, o Viet 5% marcou US$ 518 a tonelada FOB contra US$ 498 a tonelada FOB em dezembro. No Paquistão, os preços do arroz aumentaram significativamente em 8%, apoiados por uma forte demanda externa, particularmente da Europa e da África Subsaariana. Em 2020, as exportações paquistanesas alcançaram 3,9 milhões de toneladas em comparação com 4,6 milhões de toneladas em 2019, uma queda de 14%. Em janeiro, o arroz Pak 25%, atingiu US$ 393 a tonelada FOB contra US$ 363 em dezembro.

Na China, as exportações aumentaram em 7%, para 3 milhões de toneladas contra 2,8 milhões de toneladas em 2019. Em 2021, as vendas externas poderiam aumentar novamente para 3,2 milhões de toneladas. Nos Estados Unidos, os preços do arroz permaneceram relativamente estáveis em um mercado bastante calmo. Em janeiro, as exportações totalizaram apenas 190.000 toneladas, 56% a menos em dezembro e 14% a menos do que em janeiro do ano anterior. Em 2020, as exportações norte-americanas atingiram 3,2 milhões de toneladas, contra 3,3 milhões de toneladas em 2019. Em janeiro, o preço indicativo do arroz Long Grain 2/4 ficou estável em US$ 586 a tonelada FOB. Em fevereiro, o preço subiu mais, para a média de US$ 615 a tonelada FOB. Na Bolsa de Chicago, os preços futuros do arroz em casca subiram 4,8% em janeiro, para US$ 288 a tonelada FOB, contra US$ 274 a tonelada FOB em dezembro. Fonte: Informativo Mercado Mundial Arroz Cirad Fevereiro/2021.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Mural do Associado

Cotas Safra 2020/2021

Cota disponível para entrega de arroz junto a Cooperativa para a Safra 2018/2019.

Acesse sua conta na Cooperativa

Associados, oferecemos opções de consulta de saldos, extratos e controle da entrada de arroz na Cooperativa. Para acessar os dados exclusivos clique na opção: ÁREA RESTRITA (No Menu principal da Home do nosso site). Solicite sua senha junto a Cooperativa.

CORIPIL
  • LinkedIn CORIPIL
  • Instagram CORIPIL
  • Facebook CORIPIL
  • WhatsApp CORIPIL
CORIPIL

CORIPIL - COOPERATIVA RIZÍCOLA PITANGUEIRAS LTDA.
Av. Adrião Monteiro, 1466 - Capivari do Sul - RS - CEP 95.552-000
Fone: +55 (51) 3685-1177 - Cel.: +55 (51) 98151-7328
E-mail: coripil@coripil.com.br
CNPJ: 96.300.082/0001-69 - Insc. Est.: 433/0000058

SAC Coripil
  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • WhatsApp