Cooperativa Rizícola Pitangueiras Ltda

Capivari do Sul, 22/04/2024
  • LinkedIn
  • LinkedIn
  • LinkedIn
  • LinkedIn
Notícias

Mercado do arroz tem estoques praticamente zerados

por | fev 28, 2024 | Destaque, Notícias | 0 Comentários

Após a largada para o início do trabalho das máquinas no campo, marcada pela Abertura Oficial da Colheita do Arroz ocorrida em Capão do Leão (RS) na última semana, o mercado observa acomodação nos preços e estoques baixíssimos, ou, “praticamente zerados”, como definiu Ovidio Ferronato, sócio-fundador da Mercado Corretora, associada à Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM). “O governo federal tem no máximo 30 mil toneladas de produto, oriundo de agricultura familiar, enquanto na mão de produtores e indústria deve haver um estoque em torno de 200 a 300 mil toneladas da safra 22/23”, calculou ele.

Com preços atuais de R$ 100,00 a saca no Rio Grande do Sul para safra que está se iniciando e de R$ 110,00 a saca para a safra 22/23, a tendência, segundo Ferronato, é de estabilidade no curto prazo. “Acredito que o valor irá permanecer na casa dos R$ 100,00 pelo fato de que o Porto de Rio Grande está pagando este preço para o arroz novo”, explica.

A saca no Porto apresenta queda de 10% no acumulado do mês. “O que se precisa para ‘segurar’ os preços são exportações, assim, tem-se um indicador de preço, e o mercado interno tem que se adequar com o mercado externo. Foi o que aconteceu no ano passado”, lembrou. Já em Santa Catarina, o arroz pode ser encontrado por R$ 95,00 a saca de 50 quilos.

Até o momento, o Rio Grande do Sul, maior produtor nacional de arroz, tem 2% da safra colhida. “Nós tivemos muitos problemas de clima e plantio fora de época o que, possivelmente, poderá resultar em alguma quebra de safra e isto também pode influenciar nos preços. Mas as exportações terão o peso maior nesse sentido”, resumiu. O último Levantamento de Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontou que a produção de arroz no país deve atingir 10,8 milhões de toneladas este ano, volume 7,6% acima da produção da safra anterior.

O corretor aposta que o Brasil terá grandes chances de exportação para mercados como América Central e México, que estariam preferindo, segundo ele, a qualidade de grãos nobres. “Já as importações ocorrem tradicionalmente por parte de indústrias do centro-oeste do Brasil que gosta muito de comprar o arroz do Paraguai e Uruguai pela localização geográfica”, explanou.

Caso as previsões se concretizem, 2024 deverá apresentar um cenário muito parecido com o de 2023. No ano passado, as importações brasileiras de arroz atingiram 1,4 milhão de toneladas, alta de 3,6% em relação ao ano anterior. Enquanto as exportações brasileiras totalizaram 1,73 milhão de toneladas de acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz). O volume representa queda de 13% frente a 2022. Fonte: BBM.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Mural do Associado

Cotas Safra 2023/2024

Cota disponível para entrega de arroz junto a Cooperativa para a Safra 2023/2024.

Acesse sua conta na Cooperativa

Associados, oferecemos opções de consulta de saldos, extratos e controle da entrada de arroz na Cooperativa. Para acessar os dados exclusivos clique na opção: ÁREA RESTRITA (No Menu principal da Home do nosso site). Solicite sua senha junto a Cooperativa.

CORIPIL
  • LinkedIn CORIPIL
  • Instagram CORIPIL
  • Facebook CORIPIL
  • WhatsApp CORIPIL
CORIPIL

CORIPIL - COOPERATIVA RIZÍCOLA PITANGUEIRAS LTDA.
Av. Adrião Monteiro, 1466 - Capivari do Sul - RS - CEP 95.552-000
Fone: +55 (51) 3685-1177 - Cel.: +55 (51) 98151-7328
E-mail: coripil@coripil.com.br
CNPJ: 96.300.082/0001-69 - Insc. Est.: 433/0000058

SAC Coripil
  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • WhatsApp